MEGA 94


A cantora Anitta usou seu perfil no Twitter na manhã desta segunda-feira (15) para rebater críticas do produtor Rick Bonadio quanto a uma rápida inserção do funk brasileiro na apresentação de Cardi B no Grammy Awards 2021. A cerimônia aconteceu no último domingo, em Los Angeles.

O produtor brasileiro se disse incomodado com a representação do gênero à cultura brasileira em nível mundial. “Já exportamos Bossa Nova, já exportamos Rock, Jobim, Ben Jor. Até Roberto Carlos. Mas o barulho que fazem por causa de 15 segundos de funk na apresentação da Cardi B me deixa com vergonha”, escreveu. “Precisamos exportar música boa e não esse ‘fica de quatro’”.

Horas depois, a publicação foi deletada.

O comentário, imediatamente, gerou uma série de críticas. A carioca, uma das embaixadoras do movimento no exterior, foi cirúrgica ao rebatê-lo.

O remix responsável pela discussão é, na verdade, uma versão alternativa de “WAP”, hit de Cardi B e Megan Thee Stallion. O material foi criado em 2020 pelo DJ carioca Pedro Sampaio e teve o aval da rapper, fã declarada da cultura brasileira.

Sem se dirigir diretamente a Anitta, Bonadio voltou ao Twitter na manhã de hoje e pediu desculpas. Segundo ele, as críticas se deram em um contexto “anti-alienação” visto que, em seu parecer, o funk “precisa evoluir”. O produtor se referiu, entretanto, a artistas do gênero, dizendo que respeita as respectivas trajetórias de cada um e que sua intenção não foi “destrutiva”.

Na última semana, Anitta também se envolveu em uma outra polêmica a respeito do machismo na indústria. O debate teve início após o músico Arcángel, com quem tem uma parceria na faixa “Tócame”, ter publicado um Instagram Story com a seguinte frase:

“Querem que te respeite como mulher, blá, blá blá! Mas você continua mostrando a bunda nas redes sociais por curtidas! As mulheres que se comportam se diferem, e se catalogam como damas”.

A cantora, por sua vez, se disse desrespeitada embora a crítica não tenha sido direcionada para ela. “Esta sou eu, mostrando minha bunda no meu Instagram. Agora uma pergunta temática especial para o Dia das Mulheres, ontem… Você pode usar bundas femininas em seus clipes e escrever músicas explícitas para obter visualizações, mas ao mesmo tempo dizer que as mulheres que mostram sua própria bunda em seus perfis pessoais não merecem respeito? Estou confusa”.




Fonte: Postado em: 16-03-2021


A cantora Anitta usou seu perfil no Twitter na manhã desta segunda-feira (15) para rebater críticas do produtor Rick Bonadio quanto a uma rápida inserção do funk brasileiro na apresentação de Cardi B no Grammy Awards 2021. A cerimônia aconteceu no último domingo, em Los Angeles.

O produtor brasileiro se disse incomodado com a representação do gênero à cultura brasileira em nível mundial. “Já exportamos Bossa Nova, já exportamos Rock, Jobim, Ben Jor. Até Roberto Carlos. Mas o barulho que fazem por causa de 15 segundos de funk na apresentação da Cardi B me deixa com vergonha”, escreveu. “Precisamos exportar música boa e não esse ‘fica de quatro’”.

Horas depois, a publicação foi deletada.

O comentário, imediatamente, gerou uma série de críticas. A carioca, uma das embaixadoras do movimento no exterior, foi cirúrgica ao rebatê-lo.

O remix responsável pela discussão é, na verdade, uma versão alternativa de “WAP”, hit de Cardi B e Megan Thee Stallion. O material foi criado em 2020 pelo DJ carioca Pedro Sampaio e teve o aval da rapper, fã declarada da cultura brasileira.

Sem se dirigir diretamente a Anitta, Bonadio voltou ao Twitter na manhã de hoje e pediu desculpas. Segundo ele, as críticas se deram em um contexto “anti-alienação” visto que, em seu parecer, o funk “precisa evoluir”. O produtor se referiu, entretanto, a artistas do gênero, dizendo que respeita as respectivas trajetórias de cada um e que sua intenção não foi “destrutiva”.

Na última semana, Anitta também se envolveu em uma outra polêmica a respeito do machismo na indústria. O debate teve início após o músico Arcángel, com quem tem uma parceria na faixa “Tócame”, ter publicado um Instagram Story com a seguinte frase:

“Querem que te respeite como mulher, blá, blá blá! Mas você continua mostrando a bunda nas redes sociais por curtidas! As mulheres que se comportam se diferem, e se catalogam como damas”.

A cantora, por sua vez, se disse desrespeitada embora a crítica não tenha sido direcionada para ela. “Esta sou eu, mostrando minha bunda no meu Instagram. Agora uma pergunta temática especial para o Dia das Mulheres, ontem… Você pode usar bundas femininas em seus clipes e escrever músicas explícitas para obter visualizações, mas ao mesmo tempo dizer que as mulheres que mostram sua própria bunda em seus perfis pessoais não merecem respeito? Estou confusa”.




Fonte: Postado em: 16-03-2021
MEGA POINT
Av. Afonso Pena 5154
Campo Grande MS
Whatsapp - 99143-9494

3042-9494
Mega94 (c)- Todos os direitos reservados.