MEGA 94


Foto: Kevin Dietsch/Getty Images

O sucesso global do BTS é tão amplo que eles ganharam importância o suficiente para fazer uma visita à Casa Branca – a residência oficial e local de trabalho do Presidente dos Estados Unidos. O motivo dessa visita foi serem representantes de grandes causas: inclusão e representação asiáticas e combate a crimes de ódio e desinformação anti-asiáticos

Como foi o BTS na Casa Branca

O BTS, conforme esperado, fez um discurso sobre o tema e terá um encontro com o próprio presidente Joe Biden. “Embora muitos de vocês conheçam o BTS como ícones internacionais indicados ao Grammy, eles também desempenham um papel importante como embaixadores da juventude, promovendo uma mensagem de respeito e positividade”, disse a secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, anteriormente.

Muitos dos membros discursaram em coreano com tradução simultânea. RM, no entanto, é o mais fluente e inglês e foi responsável por agradecer pelas palavras gentis.

“Olá, nós somos o BTS e é uma grande honra sermos convidados para a Casa Branca hoje para discutir as questões importantes de crimes de ódio anti-asiáticos, inclusão e diversidade asiáticas”, disse RM.

O BTS continua:

Ficamos devastados com a recente onda de crimes de ódio, incluindo crimes de ódio asiático-americanos. Para acabar com isso e apoiar a causa, gostaríamos de aproveitar esta oportunidade para nos expressar mais uma vez“, relatou, por conseguinte, o responsável pela tradução. “Estamos aqui hoje graças à nossa Army – nossos fãs em todo o mundo – que têm diferentes nacionalidades e culturas e usam idiomas diferentes“.

O BTS vive o sucesso mundial há algum tempo, mas até hoje ficam surpresos com tamanha abrangência. “Ficamos surpresos que a música criada por artistas sul-coreanos alcance tantas pessoas ao redor do mundo transcendendo línguas e barreiras culturais“, disseram os membros. “Acreditamos que a música é sempre um unificador incrível e maravilhoso de todas as coisas“.

.Infelizmente, o encontro com o Presidente Joe Biden será no Salão Oval, à portas fechadas, ou seja, não veremos. Biden voltou há pouco tempo de sua primeira viagem à Ásia como Presidente, por consequência passando por cidades importantes como Seul, na Coreia do Sul.

BTS já falou sobre discriminação aos asiáticos no passado

O preconceito contra asiáticos não é um tema novo para o BTS. No ano passado, enquanto crimes envolvendo isso estavam acontecendo, eles emitiram um comunicado.

Nós nos lembramos de momentos em que enfrentamos discriminação como asiáticos. Nós suportamos palavrões sem razão e fomos ridicularizados pela nossa aparência. Até nos perguntaram por que os asiáticos falavam em inglês“, começou o grupo.

Eles continuaram: “Não podemos colocar em palavras a dor de nos tornarmos objeto de ódio e violência por tal motivo“.

O crime anti-asiático realmente é algo para prestar atenção, já que é registrado um aumento – uma vez que a covid-19 surgiu da China. Mais de 10.000 incidentes de ódio contra pessoas da asiáticas foram relatados à organização de defesa Stop AAPI Hate entre 19 de março de 2020 e 31 de dezembro de 2021. O BTS, portanto, tem toda força para conscientizar.

Veja mais fotos do BTS na Casa Branca:

Foto: Kevin Dietsch/Getty Images
Foto: Kevin Dietsch/Getty Images



Fonte: por Caian Nunes https://portalpopline.com.br/bts-discursa-sobre-representacao-asiatica-na-casa-branca/ Postado em: 01-06-2022


O sucesso global do BTS é tão amplo que eles ganharam importância o suficiente para fazer uma visita à Casa Branca – a residência oficial e local de trabalho do Presidente dos Estados Unidos. O motivo dessa visita foi serem representantes de grandes causas: inclusão e representação asiáticas e combate a crimes de ódio e desinformação anti-asiáticos

Como foi o BTS na Casa Branca

O BTS, conforme esperado, fez um discurso sobre o tema e terá um encontro com o próprio presidente Joe Biden. “Embora muitos de vocês conheçam o BTS como ícones internacionais indicados ao Grammy, eles também desempenham um papel importante como embaixadores da juventude, promovendo uma mensagem de respeito e positividade”, disse a secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, anteriormente.

Muitos dos membros discursaram em coreano com tradução simultânea. RM, no entanto, é o mais fluente e inglês e foi responsável por agradecer pelas palavras gentis.

“Olá, nós somos o BTS e é uma grande honra sermos convidados para a Casa Branca hoje para discutir as questões importantes de crimes de ódio anti-asiáticos, inclusão e diversidade asiáticas”, disse RM.

O BTS continua:

Ficamos devastados com a recente onda de crimes de ódio, incluindo crimes de ódio asiático-americanos. Para acabar com isso e apoiar a causa, gostaríamos de aproveitar esta oportunidade para nos expressar mais uma vez“, relatou, por conseguinte, o responsável pela tradução. “Estamos aqui hoje graças à nossa Army – nossos fãs em todo o mundo – que têm diferentes nacionalidades e culturas e usam idiomas diferentes“.

O BTS vive o sucesso mundial há algum tempo, mas até hoje ficam surpresos com tamanha abrangência. “Ficamos surpresos que a música criada por artistas sul-coreanos alcance tantas pessoas ao redor do mundo transcendendo línguas e barreiras culturais“, disseram os membros. “Acreditamos que a música é sempre um unificador incrível e maravilhoso de todas as coisas“.

.Infelizmente, o encontro com o Presidente Joe Biden será no Salão Oval, à portas fechadas, ou seja, não veremos. Biden voltou há pouco tempo de sua primeira viagem à Ásia como Presidente, por consequência passando por cidades importantes como Seul, na Coreia do Sul.

BTS já falou sobre discriminação aos asiáticos no passado

O preconceito contra asiáticos não é um tema novo para o BTS. No ano passado, enquanto crimes envolvendo isso estavam acontecendo, eles emitiram um comunicado.

Nós nos lembramos de momentos em que enfrentamos discriminação como asiáticos. Nós suportamos palavrões sem razão e fomos ridicularizados pela nossa aparência. Até nos perguntaram por que os asiáticos falavam em inglês“, começou o grupo.

Eles continuaram: “Não podemos colocar em palavras a dor de nos tornarmos objeto de ódio e violência por tal motivo“.

O crime anti-asiático realmente é algo para prestar atenção, já que é registrado um aumento – uma vez que a covid-19 surgiu da China. Mais de 10.000 incidentes de ódio contra pessoas da asiáticas foram relatados à organização de defesa Stop AAPI Hate entre 19 de março de 2020 e 31 de dezembro de 2021. O BTS, portanto, tem toda força para conscientizar.

Veja mais fotos do BTS na Casa Branca:

Foto: Kevin Dietsch/Getty Images
Foto: Kevin Dietsch/Getty Images



Fonte: por Caian Nunes https://portalpopline.com.br/bts-discursa-sobre-representacao-asiatica-na-casa-branca/ Postado em: 01-06-2022
MEGA POINT
Av. Afonso Pena 5154
Campo Grande MS
Whatsapp - 99143-9494

3042-9494
Mega94 (c)- Todos os direitos reservados.