MEGA 94


Luísa Sonza continua os trabalhos do álbum “Doce 22”, agora com o lançamento do videoclipe de “ANACONDA O~~”, sua colaboração com Mariah Angeliq, cantora estadunidense de ascendência porto-riquenha.

“Anaconda é uma das produções que eu mais participei, é claro que todas as minhas composições eu colaboro de forma ativa, mas com essa música foi diferente, ela é a que mais tem a minha cara. Isso é tanto na letra, quanto na direção do clipe, que eu também assinei. Estou muito ansiosa para esse lançamento porque “ANACONDA o~~~” consegue referenciar todas as outras músicas do DOCE 22, mas sem deixar de ser única e inovadora”, disse Luísa.

A faixa traz uma batida provocante e bastante dançante. A cantora contou, em entrevista à revista “Rolling Stone”, que a música levou mais de dois anos para ficar pronta.

“É uma música especial que passou por muitas transformações. Assim como eu. Comecei ela há dois anos no dia em que fiz ‘Braba’, ‘VIP ’ e ‘Toma’. Deixei ali. Demorou para maturar, envelheceu como um vinho (risos).E me provocava em algum lugar…. Achava a letra diferente, de um feminino agressivo que me instigava”, explicou Luísa Sonza à revista.




Fonte: Postado em: 09-12-2021


Luísa Sonza continua os trabalhos do álbum “Doce 22”, agora com o lançamento do videoclipe de “ANACONDA O~~”, sua colaboração com Mariah Angeliq, cantora estadunidense de ascendência porto-riquenha.

“Anaconda é uma das produções que eu mais participei, é claro que todas as minhas composições eu colaboro de forma ativa, mas com essa música foi diferente, ela é a que mais tem a minha cara. Isso é tanto na letra, quanto na direção do clipe, que eu também assinei. Estou muito ansiosa para esse lançamento porque “ANACONDA o~~~” consegue referenciar todas as outras músicas do DOCE 22, mas sem deixar de ser única e inovadora”, disse Luísa.

A faixa traz uma batida provocante e bastante dançante. A cantora contou, em entrevista à revista “Rolling Stone”, que a música levou mais de dois anos para ficar pronta.

“É uma música especial que passou por muitas transformações. Assim como eu. Comecei ela há dois anos no dia em que fiz ‘Braba’, ‘VIP ’ e ‘Toma’. Deixei ali. Demorou para maturar, envelheceu como um vinho (risos).E me provocava em algum lugar…. Achava a letra diferente, de um feminino agressivo que me instigava”, explicou Luísa Sonza à revista.




Fonte: Postado em: 09-12-2021
MEGA POINT
Av. Afonso Pena 5154
Campo Grande MS
Whatsapp - 99143-9494

3042-9494
Mega94 (c)- Todos os direitos reservados.